domingo, dezembro 25, 2005

Jesus Menino

Noite feliz,
Noite feliz,
Ó Senhor, Deus do amor,
Bem temperado e pronto pra assar,
E com termômetro pra não queimar.
Tão suculento e gostoso!
Isso é que é feliz natal!

Eu sei que é torpe e vil, mas é uma visão que tem me assombrado nesse período de festas. Jesus menino servido numa manjedoura de feno no centro da mesa de jantar, com pele douradinha e crocante, maçã na boca e salada em volta. A família vai fatiando o peito e o lombo, regando com molho acridoce, disputando os melhores pedaços, e quando o caçula mala diz que prefere McDonald's o pai ralha e fala, olha o respeito moleque, esse é o filho de Deus!

Num desses natais passados estava eu montando o presépio e deixei cair o menino Jesus no chão. Partiu bem no pescoço, uma cena horrível, as duas partes do bebê me olhando ali do tapete. Um espírito de porco sugeriu colocar só a cabeça decepada no bercinho, e ainda pintar os olhos de vermelho, mas eu não quis, tive medo.

Achei que fosse um sinal, que Jesus não gostasse de mim. Por isso fujo de Berlim durante o natal, pois aqui eles acham que quem distribui os presentes é Jesus menino, e não o Papai Noel. Que é Ele que vai de casa em casa deixando as bugigangas na árvore, e que se alguém vir um porco voando, quer dizer que o menino está pra chegar. Olhando pela história, tudo se explica pela picuinha secular do protestantismo com os santos católicos, não ia os teólogo luteranos aceitar que justo um deles fosse nomeado o herói oficial das criancinhas no natal, mas como também não queriam se abster dos lucros com o consumismo desenfreado de fim de ano, acabaram jogando o fardo dos presentes nas costas de um personagem mais condizente com a proposta reformista. Mas ainda assim não dá pra engolir que aqui no habitat natural das renas de nariz piscante, aqui onde o diâmetro do planeta é menor, permitindo que o Papai Noel circule com mais tranqüilidade entre os fusos horários para cumprir seus prazos de entrega, aqui onde sua indumentária pesada casa melhor com o frio rascante, justamente aqui onde tudo conspira a favor, nego prefere acreditar num moleque recém-nascido pelado andando na neve atrás de uma vara de porcos voadores. É um absurdo.

E por isso vou pra Ulm. Vou pro sul católico-papainoelista da Alemanha, confraternizar com os amigos intercambistas da Esdi, Ilana, André, Fernando, Gil e Ricardo, e acho que vou ter um natal com todo o seu verdadeiro espírito, com Papai Noel e sem Jesus Cristo.

E pra vocês desejo um excelente natal também.

4 Comments:

At 8:11 AM, dezembro 27, 2005, Blogger Maninha ou Mamae said...

Di,

Te desejo muita saude , paz e que seus sonhos se realizem.
Espero que seu Natal tenha sido otimo com seus amigos em Ulm, e, que em Londres seja melhor ainda no Ano Novo.
Só nao esqueçam de comprar comida cedo.
tudo de BOM e muita ALEGRIA!!
beijos,
 

At 10:02 AM, dezembro 27, 2005, Anonymous Lili said...

Um Feliz Natal atrasado, como eu já disse no post anterior!
Espero que a confraternização intercambista papainoelistica no sul germânico tenha sido boa. :O
Bjo.
 

At 9:16 PM, dezembro 27, 2005, Anonymous ronzi said...

Vim aqui a indicação da lili do rivotril. cara, vc tá de parabéns... seu blog é muito bom.
 

At 11:34 AM, dezembro 28, 2005, Blogger Mauro said...

É, muito atrasado, se o blogger permitir: Feliz Natal!
Será que eu não sou humano?
 

Postar um comentário

Profile

Rodrigo Rego

Sou designer, fascinado por bandeiras, jogos de tabuleiro, países distantes, e uma miscelânea de assuntos destilados quase semanalmente neste espaço.

Visite meu site, batizado em votação feita aqui mesmo, Hungry Mind.

rodrego(arroba)gmail.com
+55 21 91102610
Rio de Janeiro

Melhores Posts
Posts Recentes

Powered by Blogger

Creative Commons License