sábado, setembro 20, 2008

Pequeno conto macabro

Antero e Antônio, velhos amigos, caminhando pela Lapa às três da manhã. Pára um menino de rua, oito anos, na frente deles.

— No 26 de janeiro de 2059, o senhor vai morrer.
— Sai pra lá moleque! — diz Antônio.

— O senhor vai morrer amanhã.
— Se escafede, pivete! — diz Antero.

No dia seguinte, Antero tem um mal súbito e falece. Antônio passou o resto dos seus dias aterrorizado, em contagem regressiva.

6 Comments:

At 7:46 PM, setembro 21, 2008, Anonymous paula said...

baseado em fatos reais?
 

At 10:19 AM, setembro 22, 2008, Blogger Rodrigo Rego said...

Claro, como tudo mais nesse blog... =)
 

At 2:33 PM, setembro 23, 2008, OpenID elisacolepicolo said...

HAHAHAHAHAHA...
 

At 4:01 PM, setembro 25, 2008, Blogger Alexandre Van de Sande said...

Será que ficou com medo mesmo? Deve ser uma benção saber o dia exato da sua morte assim, 50 anos no futuro. Ele pode pular de bungee jump e fazer tudo o que quiser com calma de saber que a hora dele ainda não é aquela

eu acho que nunca mais teria medo de nada. :)

sou fã de contos curtos.
 

At 6:55 PM, setembro 25, 2008, Blogger Rodrigo Rego said...

Pra mim seria terrível. Imagine quando estiver chegando perto, a merda que deve ser saber exatamente quando vai morrer.
 

At 8:10 PM, março 09, 2010, Anonymous Anônimo said...

eu adorei vou até escrever pra levar para a escola Parabéns para quem escreveu
 

Postar um comentário

Profile

Rodrigo Rego

Sou designer, fascinado por bandeiras, jogos de tabuleiro, países distantes, e uma miscelânea de assuntos destilados quase semanalmente neste espaço.

Visite meu site, batizado em votação feita aqui mesmo, Hungry Mind.

rodrego(arroba)gmail.com
+55 21 91102610
Rio de Janeiro

Melhores Posts
Posts Recentes

Powered by Blogger

Creative Commons License