quarta-feira, agosto 17, 2005

Budapeste

Que Budapeste era na verdade duas cidades, Buda e Peste, divididas pelo Danubio, todo mundo sabia. O que poucos tem conhecimento e que Buda tambem era duas cidades, Bu e Da, com o rio N no meio.

Péssima. Mais uma vez:

Diz a historia ainda que uma cidade vizinha chamada Cabra queria se fundir com Da e Peste, excluindo Bu, mas em vista do nome final, a uniao foi rejeitada.

Terrível. Chovem tomates, o público vaia, a gongo apita, a claque estala.

Melhor entao nem contar que Bu, desesperada frente a possibilidade de isolamento, tinha elaborado um plano secreto para se unir a Bônica, mas bom, falei que nao ia contar. Perdao pelos trocadalhos, não era pra matá-los de desgosto, mas pra passar uma rasteira em Budapeste, essa cidade provinciana que nao se sabe de onde tirou tanta pompa.

Pequeno assentamento de uma provincia menor do imperio Romano, posteriormente burgo do reino hungaro, destrocado em sequencia pelos mongois, turcos, austriacos, nazistas e comunistas, atualmente capital de um pais de minima relevancia internacional, como pode uma cidade ser tao infundadamente prepotente? Voce chega esperando uma Praga, uma Cracovia, que assumem sua insignificancia nas pequenas ruas medievais, mas encontra uma Paris capenga, de bulevares engarrafados e predios neoclassicos que vao se acinzentando com a poluicao.

Falta a Budapeste um passado que endosse o seu exibicionismo, mas essa ausencia vira as vezes o seu maior atrativo. Que nem o Ze Buscape que ganha na loto mas continua desprezado pelo circulo dos esnobes, a cidade ainda nao tem a manha do que e "in" e do que e "out" e oferece ao turista sem querer algumas das atracoes mais loucas. Como o "Labirinto" assim nomeada gruta debaixo do castelo que te da um lampiao e um boa sorte e te manda pra dentro do breu total da caverna a pretexto de buscar seu eu interior. Ou a riquissima catedral, que exibe como reliquia numa redoma de ouro a mao decepada de seu santo padroeiro. Nem imagino os fieis fazendo peregrinacao.

Parto agora pra uma cidade ainda mais cheia de si, mas dessa vez com razoes de sobra. Viena, capital habsburga do nariz em pe, a cidade que nao peida. Qualidades tem aos montes, vamos ver se vai usa-las pro bem ou pro mal.

8 Comments:

At 8:13 AM, agosto 19, 2005, Blogger Maninha ou Mamae said...

Di,
Que maravilha, só passeando e ainda sobra tempo pra um monte de historias engraçadas.
Aproveite o maximo e tire muitas fotos , quero muito ver as fotos de Budapeste.
Ainda chove muito por aí e faz frio de 15C , neste verao escaldante??
beijos
 

At 5:04 PM, agosto 20, 2005, Anonymous Anônimo said...

fala rego, to com preguiça de escrever e-mail, e suspeito q a vulva foi pra pqp ja q tem um tempo q nao recebo nada... olha, vou te contar uma coisa, qndo vc falou q topava ser meu primeiro paciente qndo eu me formasse, eu n imaginei q ia ter q ficar 6 merses esperando vc voltar da alemanha... mas enfim, desemprego eh uma merda, manda um mail, e eu precisava do seu caderninho magico com telefones para localizar td mundo q existe, v levou ele prai? ou estamos todos condenados a nao nos falarmos durante seu auto exilio, alias, se vc uiser escrever um livro sobre a iagem, ou pelo menos um conto, podia ter o titulo um abstemio na terra da cerveja, ou coisa assim, abraços, santiago
 

At 5:48 PM, agosto 20, 2005, Blogger Cris said...

oi, rodrigo, tenho lido seu blog e ele tem sido uma surpresa e tanto. gosto do seu texto e das histórias que vc conta. seus "causos" são simplesmente hilários. até a próxima. []s, cristiane
 

At 5:23 AM, agosto 21, 2005, Blogger Rodrigo Rego said...

pois é, mae, decidi levar esse blog mais a serio, entao nao vai ser uma viagem ou outra que vai me fazer interrompe-lo. Ando agora com um caderninho pra anotar ideias de textos durante os dias - plagio do alexandre.

santiago, quando chegar te escrevo, o caderninho eu nao trouxe, mas acho que ainda lembro da maioria.

cristiane, brigadao, adoro pessoas novas comentando. Quando eu sossegar aqui dou uma olhada no seu tb!

e em tempo: apesar de nao ter ido muito com a cara de budapeste, bratislava e viena estao sendo o bicho, ainda mais em viena com meu primo aqui me dando uma forca. Em Bratislava me senti como em Cracovia, cidade pequenininha mas ao anoitecer vai se enriquecendo com varias coisas acontecendo, bandas de rua, shows de rock em praca publica, tudo muito relax. E Viena é como berlim, organizada, facil de se achar, quieta, pacifica, só que com um caminhao de historia de background (nao que berlim nao tenha, mas a de viena é muito mais antiga e menos... maculada, digamos).

Fotos, acho que só depois da dinamarca. Mae, manda as fotos de berchtesgaden.
 

At 2:43 AM, agosto 24, 2005, Anonymous Fernando said...

Caro Rodrigo,

não deixe o ar europeu acabar com seu humor afiado! Os trocadilhos de Buda Peste não estão a sua altura!

Abração
 

At 7:52 AM, agosto 24, 2005, Blogger Rodrigo Rego said...

Caro Fernando,

se você é o fernando da Esdi, que formalidade é essa cara? "Caro"???

E desconfio que os trocadilhos rasteiros são a exata medida da minh altura, o resto é que é superestimação... =) Mas cocordo que não os trocadalhos, mas os protestos fake relativos a eles estavam mal elaborados. Troquei já.

abs!
 

At 8:31 PM, agosto 27, 2005, Blogger Mauro said...

Sabe que eu ignorava esse negócio de buda e peste? Ou é sacanagem tb? Só uma coisa, vc anda viajando sosinho ou em grupo? Isso foi o que me desmotivou a viajar mais pelo Canadá e pela europa.
 

At 4:34 AM, agosto 28, 2005, Blogger Rodrigo Rego said...

Buda e peste eram cidades diferentes até 1800 e pedrada mesmo.

Viajo ou sozinho ou com o ricardo, quando o convenco, e é meio escroto sim, mas nao posso negar que tb tem algumas vantagens. Bom é ir sozinho pra casa de alguem que vc conhece, como em Viena.

Acho que a coisa que mais me desmotivaria a viajar pelo canadá é o próprio canadá =)
 

Postar um comentário

Profile

Rodrigo Rego

Sou designer, fascinado por bandeiras, jogos de tabuleiro, países distantes, e uma miscelânea de assuntos destilados quase semanalmente neste espaço.

Visite meu site, batizado em votação feita aqui mesmo, Hungry Mind.

rodrego(arroba)gmail.com
+55 21 91102610
Rio de Janeiro

Melhores Posts
Posts Recentes

Powered by Blogger

Creative Commons License