sábado, agosto 27, 2005

CISV - os mortos ressuscitam

Demorou. No sentido literal da palavra, significando longa espera, embora a faceta giriática também possa (no sentido de possibilidade, e nao de permissao, porque tudo que advier dessa viagem de onibus agora está meio nebuloso) ser usada mais adiante. Mas digo que demorou porque foram quatro meses procurando uma pista, até que meu pai me veio com o telefone da monitora de uma delegacao do CISV que nos recebeu, eu e mais nove criancas entre 13 e 14 anos, na cidade de Odense e seus arredores, no remoto ano de 1996. A dona desse número nao tinha mais o contato que eu queria, mas resgatou da poeira do sótao o telefone dos pais de uma menina dessa mesma delegacao. Para os quais liguei, os quais nao puderam me informar nada além do telefone atual da filha, que por sua vez me forneceu finalmente o número que eu queria, que remonta à distante ilha de Funen, ao vilarejo de Orbaek, com ó cortado e ae junto, mais especificamente a uma residencia familiar tradicional onde o filho do meio já nao mora mais. Mas daí foi fácil perguntar o telefone atual dele, e depois de acertos e desacertos, estou nesse onibus a caminho de Arhus, com bolinha em cima do a, cidade universitária dinamarquesa onde mora o Niels, amigo que conheci há dez anos e me hospedou por um mes em sua casa, assim como outros nove dinamarqueses hospedaram nove brasileiros, e foram também hospedados no ano seguinte, por um mes na nossa.

Durante esse período, convivíamos meio como irmaos, e assim nos chamávamos. Chamávamos também os pais recíprocos de "pais", e embora por pudor sempre enfatizando o significado postico das aspas, é melhor ser chamado de "pai" com aspas do que de Sr. Larsen ou outro título respeitoso qualquer.

Essa amizade, superficialmente um exemplo de sucesso de integracao cultural, um dinamarques, futuro músico filho de um caminhoneiro de cidade pequena, e um brasileiro, futuro designer filho de engenheiros de grande metrópole, nao tem nada de natural, arbitrada que foi pelos chefoes do CISV, assim como sao centenas de outras, em dezenas de intercambios binacionais que acontecem simultaneamente ao redor do mundo. O CISV, essa ong suprapartidária que tem como objetivo, pasme, a paz mundial através da formacao de líderes com senso de justica e livres de preconceito, nao me tornou mais justo, menos preconceituoso ou mais líder que ninguém, mas me possibilitou ter amigos do outro lado do oceano numa idade em que voce ainda se esconde na barra da saia da sua mae.

A questao é se um contato assim, que a princípio deu certo, mas sempre sob a sombra da falta de espontaneidade em que foi concebido, sobreviveria ao oceano e ao passar dos anos. A evidencia ululante é de que nao, seja por falta de vontade ou de Orkut, durou só uma troca esporádica de emails nos dois anos seguintes.

E no entanto, dez anos depois estou aqui nesse onibus, a caminho de Arhus, a tres horas do destino. Dez anos impoes mudancas. Pela foto que eu vi da família agora, os pais do Niels estao grisalhos, o irmao mais velho encarecou, e a irma mais nova, que aos oito anos era bonitinha (no sentido crianca do termo, nao no cafajeste) embarangou (agora sim). Já o próprio Niels, este a princípio só perdeu a cara de moleque de treze anos. Mas as mudancas maiores sao de ordem comportamental, e essas nao se pode julgar por uma imagem, a menos quando se deixam evidenciar na postura e na atitude perante a máquina fotográfica.

Tendo ele permanecido o sujeito bem-humorado e descomplicado que era, essa viagem pode fazer refluir algumas águas passadas da infancia. Mas se virou ladrao, drogado, esquizofrenico, doido varrido, ou se simplesmente os dez anos forem barreira suficiente para a total falta de assunto, aí terá sido só um intervalo de alguns dias numa amizade que nunca era pra ter sido.

Faltam duas horas.

8 Comments:

At 7:39 PM, agosto 27, 2005, Blogger Maninha ou Mamae said...

Di,
Estou bastante curiosa pelo desfecho deste reencontro. Tenho o palpite que voces vao ter muitas historias e experiencias pra trocar e vai super legal. Por favor de o feed back no seu blog
O Ricardo foi junto?
Quanto tempo voce vai ficar aí?
bjs
 

At 8:52 PM, agosto 27, 2005, Blogger Mauro said...

engraçado como eu nunca guardei amizade de cisv...epa!! Eu te conheci lá, mas como vc mora na mesma cidade acho que não conta. Aliás eu tb pensava dessa forma e não fazia o menor esforço pra guardar amizades do CISV, o mérito de ainda sermos amigos é todo seu. Eu mandei um email pra um jc québecois do meu village antes de ir pra montréal e ele não se mostrou nem um pouco interessado em nos revermos. Eu tb não me interessaria por rever a pessoa que eu me tornei se fosse ele.
 

At 8:58 PM, agosto 27, 2005, Blogger Mauro said...

ah, e respondendo ao Santiago: Se a vulva morreu, foi por falta de pir... não, não vou baixar o nível. Por um tempão eu tive minhas mensagens bloqueadas. Quase houve um reencontro na formatura de santiago, mas eu me vi sem carro na última hora e sem coragem pra me meter em copacabana de madrugada dependendo do onibus pra voltar. Queria atribuir ao santiago o título de Rego substituto, mas não tá colando. Acho que vc é necessário pra arrancar o diogão da ilha.
 

At 4:27 AM, agosto 28, 2005, Blogger Rodrigo Rego said...

Bom, o Niels continua maneiro, tá meio com uma postura de milico mas é engracado blablabla, nada disso me interessa mais.

O importante é que em breve terei em maos duas sequencias do megasucesso de vários churrascos, o CD dos smurfs em dinamarques (dessa vez vol. 1), e, melhor ainda, os smurfs em dinamarques cantando musicas de NATAL!

e respondendo pra mamae: ricardo veio tb, pra ir na legolandia que é aqui do lado, e ficamos aqui até terca ou quarta.
 

At 11:31 AM, agosto 28, 2005, Anonymous Anônimo said...

Rody,
Adoro ler seu blog e acompanho sempre ,mas fico com muita preguiça de escrever de volta. acho que isso acontece com a maioria das pessoas que leem . Isso é uma pena na minha opiniao ,porque voce nao fica sabendo quem te acompanha ,e ,nao sabe noticias de seus amigos de volta.
Mande um oi pro Niels por mim.
bjs.
Lety
 

At 5:17 AM, agosto 29, 2005, Blogger Rodrigo Rego said...

td bem le, nao tem problema, eu continuo escrevendo assim mesmo...

bjo!
 

At 2:58 PM, agosto 29, 2005, Anonymous luyza said...

oi rodrigo,
posts agora vem com pitadas de suspense e emoção a la sidney sheldon?! muito legal... e o melhor é que é a toa... nada disso interessa mais... o importante são os smurfs! otimo!

bjos,

luayza
 

At 5:50 AM, agosto 30, 2005, Blogger Rodrigo Rego said...

luyza, quando vc travar contato com os smurfs cantando toda a hit parade dance dos anos 90 em dinamarques, vai entender os meus motivos! bjo!
 

Postar um comentário

Profile

Rodrigo Rego

Sou designer, fascinado por bandeiras, jogos de tabuleiro, países distantes, e uma miscelânea de assuntos destilados quase semanalmente neste espaço.

Visite meu site, batizado em votação feita aqui mesmo, Hungry Mind.

rodrego(arroba)gmail.com
+55 21 91102610
Rio de Janeiro

Melhores Posts
Posts Recentes

Powered by Blogger

Creative Commons License