sexta-feira, setembro 02, 2005

Animais Amestrados

Ser poliglota é mole, nao importa o quao esquisita seja a língua em questao, uma semana basta pra tirar de letra. Dinamarquês, por exemplo. Aos meus ouvidos, nao passa de variacoes átonas e tônicas da sílaba "nham" repetidas aleatoriamente, talvez um macaco guinchando consiga se comunicar melhor comigo. Mas eu já sei falar dinamarquês.

E se nao falo, pelo menos sou diversao garantida pra toda a família. Quando me passam a salada, por exemplo, e agradeco com um "Tak", a alegria se espalha. Ou na hora de dar adeus, solto um "Favel!", e aí é que eles nao querem que eu vá embora mesmo. Me pegam pra propor um brinde, levantam os copos e me olham, qual era a palavra mesmo? "Skol!", respondo, e comeca a festa, se nao fosse família era todo mundo de porre.

Interagir com uma língua estranha é um fingimento, você tenta aprender e os outros ensinar, mas os objetivos reais estao longe de serem esses. Como um cachorro que nem lhe passa pela cabeca alcancar a perfeita dramatizacao do falecimento, e tampouco o quer o dono, mas quando um manda o outro fingir de morto, recebem seus respectivos aplausos e biscoitos. Quando o Niels veio ao Brasil esse esquema funcionou sublime, catapultado pela sua boa memória e pelo estoque de palhacadas que lhe era ensinado, muito mais cheias de personalidade que esses bom dias e boa noites. Ao terminar de comer, por exemplo, ele batia na barriga dizendo "estou empapucado!" e se alguém lhe contasse uma piada ruim, sinalizava com desprezo, "muito manjada!".

Mas é claro que a falta de treinamento fez com que fosse se esquecendo gradativamente de todas. Exceto uma: o neologismo "cupiroca" (desculpem ladies), essa aglutinacao boca suja disfarcada de tupi-guarani. O resquício isolado do vasto vocabulário em português de antanho ainda rendeu algumas risadas, mas nao é mais do que um truque, como o cao que rola e o elefante em pé no tamborete. O aplauso quem está ganhando sao as patetices, e nao a tentativa de reproduzir o idioma. E fica o perigo de gostar dos holofotes, se satisfazer com o estado de entretenimento involuntário e se reduzir a animal amestrado.

É uma adestracao burra, nao se tem idéia do que estao te mandando falar, você pode estar papagaiando qualquer troco sem saber que tao te sacaneando. Por isso fiquei aliviado quando vi escrito "Tak" na lixeira do McDonald's, pelo menos esse eu tava dizendo certo. Mas quando a amiga do Niels veio se despedir de mim e disse "My sincerely cupiroca for you!", enquanto ele se mordia pra nao rir atrás, nao tive alternativa que nao desejá-la um bem grande também e mais tudo de bom, a gente se encontra uma próxima vez.

5 Comments:

At 7:58 AM, setembro 02, 2005, Blogger Rodrigo Rego said...

nada a ver com o post, mas digno de nota: ontem foi o primeiro dia do último semestre do intercambio
 

At 2:09 PM, setembro 04, 2005, Blogger Mauro said...

Cupiroca!?
Eu esperava coisa melhor de você.
O que importa é que a metade do período sem rego já passou.
 

At 7:27 PM, setembro 04, 2005, Anonymous Anônimo said...

Depois de ler esse post espero que vc nao tenha me ensinado nenhuma porcaria em alemão...hehe...
Mamae disse que vc gostou mto da viagem depois quero saber detalhes... tem foto??
Talvez eu apareça numa reportagem na "Isto é"... vou te mandar um email
saudades
Lety
 

At 12:37 AM, setembro 05, 2005, Anonymous Marcela ^_^ said...

AHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHAHA!!!!!!
Eu e Fefe adoramos, mto bom! E, aliás, é o penúltimo domingo dele aqui no brasil... Quase uma semana e ele vai estar ai nessa terrinha... ai ai... ainda bem q o tempo voa...
Bjus!
 

At 7:16 AM, setembro 05, 2005, Blogger Rodrigo Rego said...

Mauro, nao pesquei se o coisa melhor é algo ainda mais sujo ou algo mais inteligente...

Le, as fotos vem em atacado, que nem da última vez, espero que em breve. Quanto à Isto é, me manda a revista se vc sair!

É o que, dia onze também que o Fernando vem, que nem o alexandre? Vai ter aviao batendo no muro de berlim tb? =) Ainda mal que o tempo voa...
 

Postar um comentário

Profile

Rodrigo Rego

Sou designer, fascinado por bandeiras, jogos de tabuleiro, países distantes, e uma miscelânea de assuntos destilados quase semanalmente neste espaço.

Visite meu site, batizado em votação feita aqui mesmo, Hungry Mind.

rodrego(arroba)gmail.com
+55 21 91102610
Rio de Janeiro

Melhores Posts
Posts Recentes

Powered by Blogger

Creative Commons License