quinta-feira, setembro 22, 2005

A lebre siamesa e a tartaruga impugnadora

Não tem novela das oito que me desvie a atenção da política brasileira. Do caos do Congresso, só pisco o olho se for pra acompanhar a hecatombe instalada na política alemã. A recente corrida eleitoral encerrada nesse domingo ainda não teve vencedor. Os dois fundistas que disputaram a prova, a lebre siamesa e a tartaruga impugnadora, ainda não chegaram a um acordo.

A corrida começou como o esperado, a lebre disparou na frente e deixou a tartaruga comendo poeira. Mas na reta final, supreendentemente, a tartaruga foi tirando a vantagem e chegou só um por cento atrás da lebre siamesa.

Ainda mais surpreendente foi os repórteres deixarem a primeira colocada de lado e se amontoarem á frente da tartaruga impugnadora, que para surpresa maior ainda, declarou toda sorridente que continuaria pelos próximos quatro anos a ser bundesconselheira da Alemanha. Quando lhe perguntaram por quê, respondeu que somando a pontuação dela com a de seu aliado, o bicho preguiça que ficou em quarto lugar, superariam a lebre siamesa. Esta por sua vez entrou na onda retrucando que se aliaria ao seu compadre caracol, terceiro colocado, ultrapassando a coalisão tartaruga-preguiça. Mas a verdade é que se nenhuma delas conquistar o apoio da quinta colocada lesma, não atingirão a maioria necessária para se declarar vencedores. O problema reside em ambas rejeitarem veementemente essa aliança, acusando a lesma de jogo sujo na corrida, por esparramar aquele liquidozinho viscoso na pista pra poder ir mais rápido. Nem a lesma faz qualquer questnao de endossar qualquer uma das postulantes, do contra que sempre foi.

A tartaruga impugnadora ataca então a lebre siamesa denunciando ter sido ela carregada nas costas por sua irmã xifópaga no trecho bávaro da corrida. Esta argumenta que sua irmã e ela snao a mesma pessoa, jßa que estão fundidas no mesmo corpo. A lebre tenta a conciliação dizendo que apesar de ter sido a legítima vencedora, aceita dividir a vitória com a tartaruga, desde que fique só pra ela o bundestroféu. A concorrente devolve que também só topa nas mesmas codições. A Alemanha nunca viveu indecisão tão agoniante, e qualquer dos dois que termine vencedor, se é que haverá um, nnao terá respaldo para prosseguir com a agenda do país, que inclui profundas reformas sociais e a decisão sobre a inserção dos texugos vendedores de kebab na União da Bicharada.

3 Comments:

At 2:41 PM, setembro 23, 2005, Blogger Mauro said...

Cara, seu português, ou a capacidade de digitar, está começando a mostrar sinais de enfraquecimento. Ah, não entendi porra nenhuma do que está acontecendo na política por aí.
 

At 6:51 PM, setembro 23, 2005, Anonymous Bárbara said...

hahaha

adorei o lafontaine de lesma e tbém os texugos vendedores de kebab!

=)
 

At 3:09 PM, setembro 25, 2005, Blogger Rodrigo Rego said...

é, reconheço que rolou um problema com os tils agora que revi o post, mas nada de grave né?

E quanto à política, não se preocupe, acho que eu também não entendi ainda.

Pô, fui numa livraria de design aqui perto e não achei o tal livro. Acho que amanhã passo na biblioteca da faculdade e vejo.
 

Postar um comentário

Profile

Rodrigo Rego

Sou designer, fascinado por bandeiras, jogos de tabuleiro, países distantes, e uma miscelânea de assuntos destilados quase semanalmente neste espaço.

Visite meu site, batizado em votação feita aqui mesmo, Hungry Mind.

rodrego(arroba)gmail.com
+55 21 91102610
Rio de Janeiro

Melhores Posts
Posts Recentes

Powered by Blogger

Creative Commons License