sexta-feira, setembro 09, 2005

Sobre o estágio

Nao quero comecar a me gabar antes da hora, já vi que a chance de solar o bolo é grande. Mas que a entrevista do estágio ontem foi animadora, isso foi.

Nao era essa a nossa perspectiva. A Ecke Design vinha nos enrolando desde meados de julho. Primeiro marcaram para dia 24 de agosto, e mandaram que nós enviássemos portfolios virtuais. Evidente que ninguém tinha portfolio virtual. mas nos enrolamos aqui e mandamos. E esperamos. O dia 24 ia chegando, ninguém ligava pra confirmar. Deu vinte e cinco, nenhuma notícia, chutamos o balde e fomos pra Dinamarca, sempre esperando lá por um contato que nos obrigaria a antecipar a volta. Nada, e acabamos nos estendendo por mais um dia em Copenhague. Assim que cheguei, mandei-lhes um email perguntando se cuméquié. Isso era quinta de manha. Deu sexta-feira. Lhufas. Fim de semana também nao, segunda e terca, silêncio.

Resolvemos ligar. É uma situacao chatíssima, ligar pra cobrar algo que, num contexto normal, quem decide sao eles. Mas está na regra do intercâmbio: seis meses estudando e seis de estágio, azar o deles que foram escolhidos pra nos acomodar. Ligamos. "Cadê a Peggy Truxa?", perguntamos, nao era pra passar trote, esse é mesmo o nome da frau que estava em contato conosco. "Está de férias," respondeu a voz. "Por um ano." Aturdidos, tentamos falar com o seu Ecke, o chefao. Incomunicável. "É o seguinte," repetimos "somos alunos brasileiros, em intercâmbio na Alemanha, estágio, pererê, tem um professor da nossa faculdade que é amigado aí com o seu superior, ele disse que a gente podia ir praí. Mandamos nossos portfolios, você deve estar a par dos fatos."

"Nao," falou a voz. "Pra mim isso tudo é grego." Mas foi lá checar. Ligou no dia seguinte, dizendo: "É, achamos uns arquivos aqui, no computador da Frau Truxa que já estava sendo aposentado. Venham para uma entrevista amanha." Sem qualquer firmeza, nós nos sentindo inconvenientes. O fato é que eles nao precisavam de estagiário, quanto mais dois, pior ainda se nao falam alemao direito. "Ah," disse a voz, pouco antes de desligar. "Tragam os portfolios de vocês, deu pau no arquivo."

A tensao que se criou a partir daí foi se dissipando pouco a pouco. Entramos na firma, saudavelmente informal, e fomos entrevistados pelo todo poderoso em pessoa, que se mostrou a par e satisfeito com a situacao, olhou nossos portfolios com interesse e inteligência, nos deu flexibilidade de horários, em que dia comecar e em que dia terminar, falamos da nossa intencao de continuar cursando ao menos uma matéria na faculdade, a qual ele nao objetou e até incentivou, nos mostrou o trabalho formidável da empresa, principalmente na parte de exposicoes, nos falou sobre qual seria o nosso provável servico, perguntou até se a gente ia querer ganhar dinheiro.

Bom demais pra ser verdade. Tao bom que tem cara de ser fingimento. Tem cara de recepcao do inferno, tudo bonitinho pro sujeito entrar lá dentro animado e cair na danacao eterna, por isso nao quero me antecipar. Vamos aguardar que o servico comece em início de outubro para dar uma avaliacao mais abalizada. Comprador de Mac escaldado tem medo de linguica.

* * *

Em casa fiquei pensando sobre a pergunta "Você quer ganhar dinheiro?" feita na entrevista. Na hora respondi, após alguns centésimos de incredulidade, "Quero". Mas depois inventei algumas respostas melhores:

"Nao. Eu sou rico."

"Sim, vamos ver se assim diminuímos a disparidade entre o Brasil e a Alemanha."

"Guarde pra voce. Voce precisa mais do que eu."

"Claro! Gastei minha última nota de cem dólares acendendo um charuto cubano."

E variantes envolvendo a parte final do aparelho digestivo que prefiro nao publicar.

5 Comments:

At 3:40 PM, setembro 09, 2005, Blogger Rodrigo Rego said...

Ah! Quase terminado! O pacotao de fotos julho-agosto está postado no multiply. Quem quiser, vai pra página principal e clica no link "haus in heidelberg" e tá lá. Tem desde as férias em Berlim até a visita da família e as viagens lá por baixo.

Dinamarca ainda nao botei. Mas chega logo.
 

At 2:12 PM, setembro 10, 2005, Anonymous Douglas said...

hoohoh

hora de apertar os porcos alemães capitalistas! xD

oferece um baseado pro cara antes de conversar sobre "remuneração" =p
 

At 9:50 AM, setembro 13, 2005, Blogger Rodrigo Rego said...

Ô rapaz...

que gentil o nome do seu blog fictício =)

abraco!
 

At 1:00 PM, setembro 13, 2005, Blogger Maninha ou Mamae said...

Di,
Nao tem jeito ,tem que correr atras sempre.Tenho certeza que vai ser uma grande experiencia e voces vao aprender demais. Aproveitem a oportunidade . GOOD LUCK!!!
 

At 8:18 PM, setembro 13, 2005, Anonymous Anônimo said...

zuniga disse...

é isso aí meu expupilo !
estou na torcida pelo estágio remunerado pois ajuda bastante, no meu tempo usei o artificio e com ele passei um mês em Paris.Escreva para mim la.zuniga.samaniego@gmail.com

grande abraço Zúñiga
 

Postar um comentário

Profile

Rodrigo Rego

Sou designer, fascinado por bandeiras, jogos de tabuleiro, países distantes, e uma miscelânea de assuntos destilados quase semanalmente neste espaço.

Visite meu site, batizado em votação feita aqui mesmo, Hungry Mind.

rodrego(arroba)gmail.com
+55 21 91102610
Rio de Janeiro

Melhores Posts
Posts Recentes

Powered by Blogger

Creative Commons License