domingo, outubro 02, 2005

Fronteiras, estatísticas idiotas, tragédia argentina

- O país que faz fronteiras com a maior quantidade de outros países é a China, que tem catorze vizinhos.

- O Brasil, se procura algo para se orgulhar nos intervalos entre as copas, pode exibir nesse ínterim a medalha de bronze. Temos dez fronteiras diferentes, atrás também da Rússia, que tem doze.

- A Rússia, no entanto, fica em primeiro no quesito extensão de fronteiras: são pra lá de vinte mil quilômetros compartilhados com outros países.

- Na Europa, por sua vez, a nação que mais tem vizinhos é a Alemanha, com nove, quarta colocada no total geral.

- A maior fronteira do mundo está entre o Canadá e os Estados Unidos. Outras de tamanho considerável dividem a Argentina do Chile, e a Rússia do Casaquistão.

- O país com menor proporção entre o número de vizinhos e a área territorial é a Austrália, que para seus 6,7 milhões de quilômetros quadrados não tem fronteira nenhuma.

- Já a Áustria, que em menos de cem mil quilômetros quadrados possui oito vizinhos, tem, senão a maior (pois as naçõezetas do tamanho de uma cidade a ultrapassariam), ao menos a mais impressionante proporção entre fronteiras e área territorial.

- O rio cujo curso é mais utilizado para delimitação de fronteiras é o Ubangi, que corre entre o antigo Zaire e seus vizinhos ocidentais para desaguar no Atlântico.

- E o Danúbio, na Europa, é o que delimita fronteiras entre mais países diferentes, passando na borda da Áustria, Eslováquia, Hungria, Croácia, Sérvia, Romênia, Bulgária e Ucrânia (a Hungria, aliás, é o único país do Leste Europeu que não tem o nome escrito com acento).

- Somando todo o precioso tempo que eu passei preso nas fronteiras européias para controle de passaporte, dava pra ir e voltar pra Moscou no lombo de um jumento.

- Se juntássemos todas as estatísticas comparativas idiotas já inventadas, como essa e a anterior, poderiam ser preenchidos volumes equivalentes a 437 milhões de Bíblias.

- Empilhando todas essas Bíblias seria possível contruir um sólido muro de 15 metros de altura passando por toda a extensão de fronteiras de um país como, digamos, a Argentina.

- Depois é só encher de água.

- Se toda a água usada para afogar a Argentina fosse engarrafada em recipientes de um litro, o número de garrafas poderia matar a sede de toda a população terrestre por sete anos.

- Se toda a população da Terra bebesse essa água de uma vez só, o aumento na produção de urina seria de mais de quinze mil por cento.

- Depois é só pegar o excedente e tacar de novo na Argentina recém-esvaziada, pra ver se eles aprendem.

- Se todos os argentinos vítimas das inundações de água e mijo fossem fatiados em filés tenros e servidos de comer aos necessitados, a população não teria fome por oito anos.

- Bem alimentada e hidratada, a população humana agora também sem conflitos religiosos (todos se converteram ao islamismo, pois as religiões cristã e judaica perderam a força quando as páginas das Bíblias do mundo se desmancharam nas duas inundações), e além disso consternada e solidarizada após a tragédia que se abateu sobre a Argentina, adotaria o Esperanto e se uniria finalmente sob uma só bandeira, ignorando as diferenças de raça, classe e ideologia, e abolindo de vez essas malditas fronteiras que tanto tempo me tomam.

8 Comments:

At 1:37 PM, outubro 02, 2005, Anonymous camila, sua irma querida =D said...

hahahahaha genial
nao tinha lido os ultimos três posts.
como te disse,tem um quebra cabeça do pardal te esperando por aqui =D
feliz de ter falado com vc no msn! ;) beijoos digão!
 

At 3:06 PM, outubro 02, 2005, Anonymous mauro said...

Muito bom! Agora usa a função "goofy montage of jesus weaving a light saber" do seu mac para fazer uma montagem descente pra mim.
A província canadense de Saskatchewan demora 3 vezes mais tempo para ser desenhada que para ter seu nome escrito.
 

At 3:08 PM, outubro 02, 2005, Blogger Mauro said...

Quero dizer, 3 vezes mais tempo para escrever o nome que desenhar, mas agora a piada já foi embora :c(
 

At 11:39 PM, outubro 02, 2005, Blogger Bernardo said...

Foi o Mac que escreveu isso pra você?
hahaha
 

At 1:18 PM, outubro 03, 2005, Blogger Rodrigo Rego said...

camila, nao vou aguentar esperar pelo novo brinquedinho de arame! Nao quer vir aqui me trazer nao? =) bjo!

onde fica saskatchewan? isso é idioma esquimó? e qual a diferenca entre os comentarios seus onde aparece foto e os que nao aparecem?

baere, foi nao, esse post eu tinha arquivado aqui pra quando batesse a falta de assunto... é pré mac!
 

At 3:08 PM, outubro 04, 2005, Blogger Alexandre said...

Um matematico calculou que a costa da inglaterra tem um comprimento infinito, e que é impossivel precisar o tamanho de qualquer fronteira - a nao ser a do Colorado que é quadrado e escroto. Então isso torna invalidas 90% de suas estatisticas, por excecao as sobre as primeiras (que sao sobre vizinhos), e as ultimas (que sao engracadas). Portanto esse post sera apagado e em seu lugar entram fatos importantes sobre tuvalu

O PIB de Tuvalu triplicou quando eles venderam o sufixo internet deles, .tv para uma firma americana. Mas como eles estao 5 metros acima do nivel do mar todos esse dinheiro sera varrido quando as aguas do pacifico se levantarem, o que deve acontecer daqui a pouquinho.
 

At 3:13 PM, outubro 04, 2005, Anonymous Anônimo said...

Você realmente passou a postar mto mais rapido esses dias... fiquei uns dias sem ler e me aparecem milhoes de posts..hehe...
lembro quando a gente ficou discutindo qual o pais que tinha mais fronteiras... não me lembro da gente ter comentado sobre a China... whatsoever...
A conversa de quebra-cabeça me fez lembrar aquele que vc comprou de 2000 peças... já montou? ou melhor, tem espaço pra montar?
bjinhos
lety
 

At 12:07 PM, outubro 05, 2005, Blogger Rodrigo Rego said...

po, alexandre, nao me venha com fractais de novo, é obsessao isso? o mundo seria muito mais organizado se nenhum mala tivesse inventado a teoria do caos.

mas é pena saber que o tuvalu está tendo que se prostituir dessa forma pra continuar existindo. Me pergunto como estará a situacao no seu vizinho, meu país favorito, o Kiribati.

Le, nao montei. Teve um dia que eu comecei a separar as peças da borda e as peças do castelo. mas elas continuam lá, só separadas das outras... acho que vai ficar pro brasil... bjo!
 

Postar um comentário

Profile

Rodrigo Rego

Sou designer, fascinado por bandeiras, jogos de tabuleiro, países distantes, e uma miscelânea de assuntos destilados quase semanalmente neste espaço.

Visite meu site, batizado em votação feita aqui mesmo, Hungry Mind.

rodrego(arroba)gmail.com
+55 21 91102610
Rio de Janeiro

Melhores Posts
Posts Recentes

Powered by Blogger

Creative Commons License